[Resenha] Enigma

Escrito por Miaka J. S. Freitas - quinta-feira, outubro 09, 2014

Ao quem vencer o jogo fica a gloria em estar vivo e tomar o lugar do Enigma.
Aos que perderem só resta a morte.
Não há escolha. É só a luta pela sobrevivência.

Sinopse: Conta a história do estudante colegial Sumio Haiba, com uma interessante habilidade: ao dormir, ele escreve premonições do futuro escritas em seu “Diário dos Sonhos”. Com essa habilidade, Sumio ajuda pessoas com seus problemas antes que eles acontecem. Mas sua vida muda completamente com a chegada de uma entidade maligna chamada Enigma. E agora ele e seus amigos ficam presos na escola e são obrigados a participar do e-test, onde terão 72 horas para desvendar enigmas e passar por provações para poderem sair da escola com vida.

Li já faz algum tempo por meio de scans e acho que foi o único mangá que li completo por meio de scans (sinceramente tenho quase um ódio a ler no PC, mas as vezes é preciso). E lembrei recentemente dessa obra com o novo lançamento da JBC: Rabbit Doubit.

(foto retirada da web)
Esse é um mangá que nunca chegou no Brasil, mas se um dia vier ao país deve ser pela editora JBC, mas só acho. É porque, por ela lançar Another, Mirai Nikki (Diário do Futuro), Prophecy, Jogo do Rei e agora Doubt, creio que Enigma faça o perfil da editora.

Enigma conta a historia de Haiba Sumio, estudante de ensino médio (o que já é o clichê de anime), mas diferente dos demais estudantes ele tem uma habilidade incomum. Ele ocasionalmente cai no sono e acorda com premonições do futuro escritos em seu “diário dos sonhos”.

Até então ele utilizava o dom para ajudar as pessoas, mas tudo muda quando uma entidade maligna nomeada Enigma recolhe alguns alunos com habilidades especiais como o Sumio e os trancafia no prédio da escola em um jogo mortal. O jogo tem o nome de e-test e dura 72h. Possui vários desafios, enigmas e provações.
Este é a entidade Enigma
(foto retirada da web)
(foto retirada da web)
Eu gosto de dividir a obra em duas fases (ou temporadas, como você achar melhor), pois aonde normalmente terminaria o mangá (na concepção do leitor) você percebe que é bem assim. Numa comparação grotesca, é como em Death Note, onde acontece uma “segunda temporada” depois da morte do L.


No final, eu sinto como se algo faltasse para o fechamento da história, como se o final tivesse sido forçado ou até mesmo que aquela história não terminasse ali. Mas como a história como um todo, é cheia de suspense e surpresas. Então para quem gosta de surpresas, reviravoltas e suspense, esse mangá é a pedida certa para sua leitura. 

  • Compartilhe:

Você poderá gostar também

2 recados

  1. "No final, eu sinto como se algo faltasse para o fechamento da história, como se o final tivesse sido forçado ou até mesmo que aquela história não terminasse ali"

    Essa sensação se dá ao fato de que o manga realmente foi cancelado no Japão, já que quase não recebia votos na Shonen Jump

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, que triste. Não sabia que o mangá fora cancelado. Ele era bem legal mesmo.
      Mesmo assim até que o final foi legal, comparando a situação de finais forçados em outros mangás que tiveram a mesma história de cancelamento...
      Obrigada por adicionar esse fato, Luysin!

      Beijinhos =*
      Volte sempre!

      Excluir

Seu comentário é muito importante para o crescimento, amadurecimento e manter a qualidade do blog.
Todos os comentários serão respondidos, então marque as notificações!
Deixe seu link no comentário, terei o prazer de retribuir a visita.
Segui. Segue de volta? Se eu gostar, seguirei com prazer!
Beijinhos da Miaka-chan =*