Star Vs. The Forces of Evil || Crítica

Escrito por Miaka J. S. Freitas - segunda-feira, novembro 16, 2015

Precisava contar para todos o meu mais novo vício!!!

Vi esse desenho nas propagandas do Disney Channel quando parava para ver Descendentes (e ultimamente tenho visto muito esse filme e não me canso, simplesmente amei e não vejo a hora de ver a animação dele estreando - PS: se alguém souber de alguma novidade sobre a animação de descendentes, por favor passa o feedback para mim, pois estou ansiosa para assistir, que veria até em inglês). E eu não conseguia adivinhar o horário que o desenho passaria. Infelizmente, tive que apelar a internet ^^" 

Só preciso dizer que ela é uma princesa mágica de outra dimensão. Isso já é motivo suficiente para você assistir. Caso ainda não consegui te fazer  fechar esse blog e correr para pesquisar mais sobre o desenho, vamos para a resenha (e o fato que viciei duas pessoas na semana passada).


Nossa protagonista se chama Star Butterfly e ela é uma princesa de apenas 14 anos. E no mundo dela, o Mewni, , quando se completa 14 anos, a rainha passa a varinha para a princesa começar seu treinamento de magia. Mas nossa querida princesa não tem etiqueta de uma donzela da realeza. Personalidade forte e meio pirada das ideias, Star dá um chega pra lá nos modos de uma princesa e gosta de derrotar monstros e uma curtição. Infelizmente isso não é um comportamento que se espera de uma princesa e ela terá que se corrigir. Para não ser mandado para a escola Santa Olga, uma escola que mais parece uma prisão, sem ter meios nenhum como fugir, sem magia e quase como uma lavagem cerebral nas princesas, os pais dela resolvem mandar ela para uma dimensão mais segura: a Terra.

 E assim a Star vem parar na Terra e com um pouquinho de suborno para o diretor de uma escola, ela acaba conhecendo seu bestie Marco (e eu acabo sabendo qual será o casal que shipparei por todo o desenho).

O desenho é cômico e bastante divertido. Seguindo a linha de alguns desenhos mais famosos da concorrente Cartoon Network, ele tem em média 11 minutos de duração por episódio e eu já o coloco no ranking dos meus desenhos favoritos (para quem não sabe é: Yin Yang Oh!; We Bare Bears; Adventure Time, Steven Universe; Bravest Warriors; Bee and PuppyCat; O Incrível Mundo de Gumball; Mucha Lucha; Pucca e Hai Hai Amy Puff).

O desenho é sem noção, seguindo a linha de Adventure Time e Gumball, mas podemos ter uns momentos de adulto ao procurar teorias (como adoro fazer com Adventure Time e Steven Universe). Já tem uns 13 episódios legendados no site que assisti, sendo que cada vídeo tem dois episódios do brasileiro. Ele também está sendo exibido no canal Disney XD e se não me engano é por volta das 18h ou 19h. Ainda está em sua primeira temporada, mas é capaz de ser continuado, por tamanho sucesso que tem feito (se der uma googleada no nome do desenho, verá a quantidade de arte de fãs e montagens do desenho, inclusive colocando Star junto com outros personagens atuais já consagrados como a Fionna, de Adventure Time e Steven, de Steven Universe).

Não vejo a hora do desenho fazer sucesso o suficiente para ser produzido bonecos e outros acessórios dele para venda (e o importante, que venha para o Brasil também). E enquanto isso não chega, ficamos chupando dedo por um colecionável da Star Butterfly. Pelo menos a amiga e leitora Joyce já tem sua Star confeccionada de pano, liiinda!!!  
Foto cedida pela Joyce para a postagem
PS: Ainda quero falar mais de Star Vs The Forces Of Evil, mas acho que vou esperar mais gente conhecer o desenho antes de trazer "teorias da conspiração" sobre a animação.


  • Compartilhe:

Você poderá gostar também

0 recados

Seu comentário é muito importante para o crescimento, amadurecimento e manter a qualidade do blog.
Todos os comentários serão respondidos, então marque as notificações!
Deixe seu link no comentário, terei o prazer de retribuir a visita.
Segui. Segue de volta? Se eu gostar, seguirei com prazer!
Beijinhos da Miaka-chan =*