The Walking Dead – 1ª Temporada || Crítica

Escrito por Miaka J. S. Freitas - quinta-feira, dezembro 11, 2014


Acreditam que só sentei para ver essa série agora? Eu não tenho tempo (e paciência) para acompanhar séries, apesar de ter vontade de ver muitos títulos (que ficam numa lista interminável. Mal vejo a hora de chegar minhas férias, vou assistir uma temporada por dia para tentar ver todas as séries que eu estou com vontade de ver).

Voltando para The Walking Dead, tive um estranhamento logo no inicio com a temporada, pois tem apenas 6 episódios. Claro que estranharia, estou acostumada de temporadas com 10 episódios ou mais. Deve ser estranho vocês escutarem (ou melhor, lerem) que eu só comecei a assistir agora a série, até porque eu sempre falo que gosto de obras com zumbis (acho que já caiu a ficha de que adoro coisas mórbidas e sobrenaturais, sou bem estranha, tenho certeza).

Acontece que a série é inspirada em quadrinhos bem famosos (ohh, Miaka, acho que todo mundo já sabe disso), de mesmo nome e hoje em dia se tornou uma febre por causa da adaptação para série (e se me lembro foi TWD que abriu as portas para que outras obras literárias ganhassem séries, mas eu não afirmo com 100% de certeza porque eu não sei se ta certo, e até porque eu nem fui no Google pesquisar isso. Pode não ser a primeira, mas foi a principal que ganhou fama o suficiente e aceitação do publico).

Depois de ver a 1ª temporada (assim como acontece com a maioria dos filmes da Marvel) deu vontade de conhecer os quadrinhos e os livros também.

A história é narrada pelo Xerife Rick, que acorda em um hospital totalmente deserto. Saindo do seu leito, tenta descobrir o que aconteceu aos responsáveis e pacientes do lugar, porém não encontra nenhuma alma viva. Muitos pelo contrário, só acha pilha e pilhas de mortos. Como toda pessoa normal, seu primeiro pensamento é encontrar sua família a qualquer custo. Assim como o protagonista, você aos poucos é apresentado a história de fato. Você, como telespectador, não sabe nada além do que é mostrado por hora.
Rick, o xerife sozinho em terra de zumbis
Foto Retirada da Internet
Diferente de muitas obras que vejo por ai, em que o observador já recebe a informação toda de bandeja antes mesmo das coisas acontecerem de fato, aqui em TWD você só é apenas mais um sobrevivente que precisa ir fazendo seus progressos junto com o protagonista. E foi esse tipo de coisa que me atraiu na série, essa submersão que a história lhe dá. Estou louca para sobrar mais um tempinho para ver as demais temporadas, os quadrinhos e os livros da franquia já entraram para a lista de desejados. E com toda a certeza, assim que eu tiver uma oportunidade de ler os quadrinhos e os livros, também trarei para vocês mais opiniões a cerca desse universo recheado de zumbis!

Primeiro zumbi da série a gente nunca esquece!
Foto retirada da internet
E é lógico, quando eu alcançar a atual temporada, vou trazer mais uma matéria para vocês! É uma promessa (e só não vou cumprir caso nosso mundo for tomado por zumbis, mas ai pode ser que nós toparmos por ai como sobreviventes do apocalipse). 

  • Compartilhe:

Você poderá gostar também

2 recados

  1. Que bommm, que gostou! Eu simplesmente amo TWD, é viciante. Estou indo para quarta temporada. o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu só não sou muito chegada a séries porque eu não consigo ficar acompanhando histórias tão longas, principalmente quando uma série tem dia e hora para estrear no canal.
      Acabo nunca acompanhando até o fim, mas agora nas férias vou assistir o final da segunda e rumar pra terceira temporada, com toda certeza!

      Volte sempre =*
      Beijinhos!

      Excluir

Seu comentário é muito importante para o crescimento, amadurecimento e manter a qualidade do blog.
Todos os comentários serão respondidos, então marque as notificações!
Deixe seu link no comentário, terei o prazer de retribuir a visita.
Segui. Segue de volta? Se eu gostar, seguirei com prazer!
Beijinhos da Miaka-chan =*