[Resenha] Do coração de TELMAH

Escrito por Miaka J. S. Freitas - terça-feira, novembro 13, 2012


“Um coração que pulsa, de 140 em 140 caracteres. Cada pulsação tentando expulsar um pouco do veneno que a toma e se espalha.” Retirado de: @TELMAH_

Sinopse: A história nasce a partir de uma pergunta que o autor se coloca: é possível escrever um romance usando o twitter? Com essa motivação Luís Dill escreveu essa novela, que vem do coração de Telmah. Uma história de 500 tweets, que estabelece diálogo com Hamlet, peça de Shakespeare na qual a duvida, a dor e a tragédia estão presentes da primeira à ultima linha. Essa também a historia de Telmah: a duvida sobre a morte do pai tomando conta de suas vísceras, alastrando-se por todo o corpo e, como em Hamlet, levando-a ao fim trágico. O leitor acompanhará cada pulsação do coração de Telmah através de 500 tweets, nos quais ela vai contando sua historia de vingança e dor.

Achei esse livro na biblioteca da escola, quando não tinha realmente o que fazer e não havia levado nenhum livro, revista, quadrinhos para ler. Vi a capa e o titulo e me interessei. Juro que nem tinha pensado em ler a sinopse. Comecei a ler ali mesmo, entre as estantes de livros da biblioteca do IF que estudo. Eu e uma amiga líamos cada uma um tweet do livro, narrando o livro para a outra.

Então, eu comecei a ver semelhanças do livro com Hamlet. Até o nome da personagem era Hamlet de trás para frente. Agora noto como sou tapada, leio a sinopse e vejo que o livro foi uma conversa entre Telmah e Hamlet, entre Luís Dill e Willian Shakeaspere, que por sinal sempre me inspira com suas tragédias e romances.

Acho bom escolher um livro pela capa ou pelo titulo às vezes, sem nem ao menos ler a sinopse ou pensar em como será o enredo. Talvez assim possa se surpreender como eu me surpreendi com “Do coração de TELMAH”. Uma leitura rápida, dinâmica, afinal, Telmah só tem 140 caracteres para contar sua história. Porém, a cada letra, a cada “pio” que ela deixa para o leitor, consegue transmitir sua angustia, sua dor e sua sede de vingança. Com a dúvida que martiriza o coração de Telmah, também nos deixa aflito, de prontidão a cada detalhe que ela nos conta, a procura também da resposta.

Não quero me aprofundar nem detalhar a vingança de Telmah, até porque um drama assim merece ser lido sem comentários sobre o enredo, assim como li sem saber nem do que se tratava...



  • Compartilhe:

Você poderá gostar também

0 recados

Seu comentário é muito importante para o crescimento, amadurecimento e manter a qualidade do blog.
Todos os comentários serão respondidos, então marque as notificações!
Deixe seu link no comentário, terei o prazer de retribuir a visita.
Segui. Segue de volta? Se eu gostar, seguirei com prazer!
Beijinhos da Miaka-chan =*